Notícias

Pais denunciam escola por proibir criança transgênera de usar banheiro
Publicado em 27.02.2013 18:12:14

Os pais de uma garota transgênera de 6 anos denunciaram esta semana uma escola do Colorado, nos Estados Unidos, que proibiu sua filha de usar o banheiro feminino. Coy Mathis foi diagnosticada com transtorno de identidade de gênero, ou seja, biologicamente ela é um garoto, mas se identifica como uma menina. As informações são do jornal Denver Post.

Os professores da escola e os próprios colegas costumavam tratar Coy como uma menina desde o final de 2011, quando ela começou a estudar na instituição. No entanto, a partir da proibição da direção para que usasse o banheiro, a família decidiu retirar a menina do colégio e passar a educá-la em casa.

Segundo a direção da escola, a decisão foi tomada “não apenas por Coy, mas pelos outros estudantes, seus pais, bem como o futuro impacto de um garoto usar o banheiro de meninas quando for mais velho”.

A mãe criticou a decisão e disse que a escola perde uma boa oportunidade de ensinar sobre a inclusão. “A escola tem uma excelente oportunidade de ensinar aos seus alunos que as diferenças são normais, em vez de ensiná-los a discriminar alguém por ser um pouco diferente”, lamentou a mãe.

Terra

Compartilhe!